sábado, 17 de abril de 2021

Os três julgamentos de Sócrates. E uma sentença exemplar


Opinião de
: Miguel Sousa Tavares

Completamente sozinho, trabalhando em silêncio e em segredo, como não é habitual, ostracizado pelos seus pares, perseguido pela imprensa justiceira e pelos chacais à solta nas redes sociais, Ivo Rosa prestou um inestimável serviço à Justiça e ao Estado de Direito. Podem agora afadigar-se em destruir o seu trabalho até não ficar pedra sobre pedra, arrastar durante anos ou décadas a Operação Marquês nos tribunais até já ninguém se lembrar que questão lateral é que se discute, podem não querer ver as lições gritantes que se deveriam tirar desde já da forma como tudo foi conduzido desde o princípio e podem linchar o juiz na praça pública ou queimá-lo subtilmente em fogo lento corporativo. Mas nada apagará o serviço que ele prestou ao país. (ler artigo)


 

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2021

A LÍNGUA PORTUGUESA NÃO É PARA AMADORES

Um poeta escreveu: “Entre doidos e doídos, prefiro não acentuar”.

Assento não tem acento.

Assento é embaixo, acento é em cima.

Embaixo é junto, e em cima é separado.

Veja o cágado, com o seu vagar, enquanto você corre para a casa de banho para não ficar todo cagado.

Eu, por exemplo, prefiro coco ao cocó.

Eu não me medico. Em vez disso vou ao médico.

Quem baba não é a babá, mas sim o bebé.

Vou à secretaria para falar com a secretária.

Os seus pais vêm do mesmo país?

Quem sabe mais entre a sábia e o sabiá. Você sabia a resposta?

Tudo o que se musica transforma-se em música?

É a primeira vez que tu nos vês?

Na sexta comprei uma cesta, logo após a sesta.

Vão tachar de ladrão alguém que se atreva a taxar muito alto a taxa da tacha.

Asso um cervo na panela de aço que será servida pelo servo.

Espero que acabem por cassar o direito de casar de dois pais no meu país.

Por estar tanto nevoeiro, a sua cerração impediu a serração de madeira.

Para começar o concerto, tiveram que fazer um conserto no piano.

O empossar do novo ministro, levou a esposa a empoçar a sala de lágrimas.

Uma mulher vivida é sempre mais vívida; profetiza a profetisa.

O carteiro, que as cartas sela, fugiu da cela num cavalo sem sela.

No caminho, teve sede, e, avistando a sede duma fazenda, correu para lá, onde encontrou uma senhorinha que andava devagar e gostava de divagar.

Ela começou a falar ao cavaleiro viajante sobre um cavalheiro andante, dizia ela que se ele fosse rumo à capital, sem capital, dificilmente lá chegaria.

Ela ofereceu-lhe uma torta, e ele, de cara torta, logo aceitou.

Na fábrica, há quem fabrica bolos com um gosto que eu gosto.

No concelho, ele deu um conselho, na secção, durante a sessão sobre a cessão de alvarás.

Eu canto em qualquer canto, até no pino do Verão… vocês verão!

Quando saio cedo de casa, cedo o meu lugar sentado aos mais velhos.

Os alpinistas vão escalar o morro. Eu não vou porque morro de medo!

Na ópera, fiquei na área da frente para melhor ouvir uma ária musical.

Hoje ele pode sair mais cedo, mas ontem não pôde.

Uma forma de fazer um bolo é coloca-lo numa fôrma.

Ele espiava pela janela o preso que expiava a sua pena condenatória.

Enquanto absorvia a água com a toalha, o padre absolvia os pecados dos fiéis.

Ele comprou uma vista à vista, agora não avista quase nada.

O Director da Fazenda, não vendia fazendas para as fazendas.

Na sua agência, ele agencia novas modelos.

A minha casa fica a cerca de 20 km do centro, ao lado de outra que tem uma cerca branca.

Vou coser umas meias e, se houver tempo cozer o jantar.

Depois de terminar a rúbrica encomendada coloquei-lhe a minha rubrica.

Eu ratifico o que disse e rectifico os meus erros.

Por ora eu quero saber a que hora você chegará a casa, ora bolas!

− Por que faltou às aulas, diga, eu quero saber por quê?

− Faltei porque estava doente. Eis o porquê das faltas.

É preferível vivermos confinados, do que com finados!

 

Se conseguiram ENTENDER TUDO, parabéns!! O vosso “português” está muito bom!

sábado, 16 de janeiro de 2021

Esta “organização” assusta…

GRANDE INVESTIGAÇÃO: OS EMPRESÁRIOS E AS REDES QUE APOIAM VENTURA

Aquele almoço de quinta-feira, 18 de junho, quase pedia férias antecipadas para os lados da Quinta do Barruncho. Na requintada residência de Loures, foram servidos queijos da serra e de cabra, vichyssoise, garoupa e outras iguarias regadas a colheitas vinícolas de excelência. Mas a presença de convidados especiais e os temas em cima da mesa pediam certa solenidade e discrição.

Mas quem eram, afinal, os seletos comensais, cujas atividades, em alguns casos, pesam muitos milhões na economia nacional e até além-fronteiras?

João Maria Bravo, anfitrião da quinta que, há duas gerações, mantém na família, é dono do grupo Sodarca, certificado pela NATO, e lidera o fornecimento de armas, munições, tecnologia e equipamento militar ao Estado, Forças Armadas e de segurança, Miguel Félix da Costa, cuja família liderou, durante 75 anos, a filial portuguesa da multinacional de lubrificantes Castrol, Carlos Barbot,  patrão do império industrial Barbot, Paulo Côrte-Real Mirpuri, CEO da Mirpuri Investments, empresário José Ortigão Costa, João Pedro Gomes, sócio do escritório de advogados BSGG, Francisco Sá Nogueira, gerente da área turística da Helibravo, advogado Francisco Cruz Martins, César do Paço, ex-cônsul honorário de Portugal em Palm Coast (Flórida)…(ler aqui)

 

 

terça-feira, 17 de novembro de 2020

sexta-feira, 18 de setembro de 2020

ATÉ QUANDO ESTA "PRISÃO"?



                                     Como identificar os três tipos de doença!

Covid-19

Costa: "Na próxima semana, chegaremos a mil novos casos por dia

O primeiro-ministro disse, esta sexta-feira, numa comunicação ao país, que, durante a próxima semana, é provável que Portugal volte a atingir os novos mil casos diários de covid-19.

"Estamos a sofrer um forte crescimento de novos casos diários. A manter-se esta tendência, na próxima semana chegaremos a mil novos casos por dia. Temos de travar o crescimento desta pandemia, mas não vamos poder parar o país como parámos em março" (ler notícia) 

 


sexta-feira, 19 de junho de 2020

Insólitos...

Casados há vários anos, não sabiam que tinham que fazer sexo para ter filhos
Um casal inglês, casado há vários anos, queria muito ter filhos. No entanto foram surpreendidos quando foram informados por um médico de que era necessário terem relações sexuais para conseguirem conceber uma criança. Esta é uma das histórias insólitas reveladas por Rachael Hearson, de 59 anos, enfermeira, parteira e terapeuta há 40 anos.(ler artigo)

quinta-feira, 21 de maio de 2020

Quinta feira de espiga...em Portugal.


A Festa da Ascensão, ou Quinta Feira da Ascensão, é uma festa marcadamente Católica, sendo feriado municipal em muitos concelhos de Portugal. No entanto em simultâneo com ela, e provavelmente com maior adesão, celebra-se o Dia da Espiga, ou Quinta Feira da Espiga.
A Origem da Tradição:
Os rituais pagãos, com especial enfoque nas culturas célticas e romanas, de celebração das primeiras colheitas, e pedido pela qualidade e quantidade destas, remontam à antiguidade (ler artigo).